Serviços

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Aposentadoria: proporcional x integral

A aposentadoria por tempo de contribuição proporcional pode ser transformada em integral. 

Muitos aposentados não sabem disse e continuam recebendo valores menores que o devido.

Os homens se aposentam com 35 e as mulheres com 30 anos de contribuição. No INSS não há exigência de idade mínima para obtenção do benefício.

Requerer o benefício antes desses 30 ou 35 anos de serviço significa uma perda de pelo menos 30 %. Essa perda pode ser evitada se o trabalhador solicitar a correção do benefício, mas isso tem que ser feito dentro do prazo de dez anos da data em que o benefício começou a ser pago.

Caso o aposentado consiga aumentar o valor do benefício, ainda poderá receber as diferenças atrasadas dos últimos cinco anos devidamente corridas e com juros.

Quando fazemos um bolo temos que colocar fermento para ele crescer. O fermento do valor da aposentadoria é o tempo de serviço e a idade. 

Quanto maior a idade ao se aposentar, menor será a expectativa de vida e isso representa aumento no valor do benefício.

Pulo do gato


Quanto mais tempo de serviço e idade (fermento) maior será o valor do benefício, mas existe uma diferença entre o bolo e a aposentadoria.

Há momento certo para colocar o fermento no bolo: antes de levá-lo ao forno. Depois de pronto já é tarde.

Na aposentadoria o fermento pode ser colocado antes de ela ser requerida ou depois de ter iniciado o recebimento.

Os benefícios que não são planejados podem ser proporcionalmente concedidos ou calculados erradamente, porém podem ser corrigidos.

Revisão e desaposentação


O valor do benefício pode ser aumentado por meio de revisão utilizando-se direitos que já existiam antes da concessão da aposentadoria, dentre outros motivos destaco o tempo de serviço que não foi registrado; atividades insalubres e perigosas que não foram computadas; reclamações trabalhistas que não foram informadas no INSS e o pagamento atrasado de contribuições.

A correção do valor da aposentadoria também pode ser efetuada por meio de desaposentação, ou seja, com a integração do tempo de serviço ou de contribuições efetuadas pelo aposentado que continuou trabalhando ou voltou ao trabalho.

A revisão e a desaposentação devem ser requeridas diretamente no INSS e o pedido que não for aceito poderá ser encaminhado à Justiça.

Para evitar surpresas, o requerimento deve ser precedido da confecção de um cálculo que constate se realmente o valor do benefício irá aumentar.

_____
Publicado originalmente AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Veja mais links interessantes em outros blogs